Blog da Macacada


 
 

MEUS 7 ANOS

Ontem chegou o dia. Rodrigo completou 7 anos. E eu completei 7 anos como mãe de dois e como mãe de menino.

Ser mãe de dois é gostoso, ainda que enlouquecedor em vários momentos. Ganhar carinho em dobro é ótimo, mas dividir atenção é sempre um desafio. Fiquei muito feliz quando conversava com a Luísa outro dia, e ela me disse que muitas amigas dela reclamavam que a mãe só dava atenção para o irmão, mas que ela não sentia isso. Que ela inclusive me admirava por eu conseguir equilibrar tão bem e dar a atenção necessária a cada um no momento certo. Não faço nada especial ou diferente e acho que se isso é verdade, é fruto de decisões inconscientes. O que pode ajudar é que tem muito tempo que não tenho predileção por nenhum deles. Tive muitos momentos em que eu queria ficar longe da Luísa, do seu jeito contestador e desafiador, e perto apenas do Rodrigo, que sempre foi carinhoso, tranquilo e obediente. Mas hoje, aprendi a conviver com os jeitos diferentes e gosto muito de estar com os dois. E até pelas idades diferentes, é comum eu fazer programas só com um ou só com outro vez em quando.

Ter dois se juntando contra você, ter o terceiro ser por perto é terrível. Mas poder ver duas pessoas crescendo e se desenvolvendo de formas diferentes, apesar de serem frutos de um mesmo ambiente familiar; e poder ver crescer o amor entre os irmãos é extremamente compensador.

Ser mãe de menino é algo que eu adoro. Não tenho nenhuma contra indicação para fazer. Se eu ficasse grávida novamente iria desejar muito outro menino. Adoro o universo masculino, suas brincadeiras, sua lógica tão mais simples...E adoro ser admirada e amada por um filho menino. Sim, freud explica. Mas o olhar e o carinho que o Rodrigo tem para mim são únicos.

Em tempo. A comemoração de ontem foi só entre a gente. Bolo de cenoura da padaria, como ele mesmo tinha pedido, e parabéns em casa mesmo. E finalmente ele ganhou de presente o jogo de xadrez do Mario Bros que ele tanto queria. Agora é esperar para ver a carinha dele no domingo, quando chegar na festa surpresa.

 

 



Categoria: Reflexões de mãe
Escrito por Denise às 13h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 
 

CONTAGEM REGRESSIVA

Rodrigo está eufórico esperando o aniversário de 7 anos. Colocamos os dias que faltavam na lousa para ele ir apagando.

Isso porque ele nem imagina (assim acho eu) que ele vai comemorar com uma festa.

No Carnaval desse ano, estávamos na casa de praia de uma amiga querida e ela organizou com as crianças uma festinha de aniversário surpresa para mim. O menino gostou tanto que disse: -Mãe, nesse ano não, porque senão eu vou saber, mas no ano que vem você faz uma festa surpresa para mim?

E como o intuito da festa surpresa é surpreender o aniversariante, resolvi fazer esse ano. Não vai ser nada grandioso. É uma festinha, no salão de festas do meu prédio, apenas para os amigos mais chegados e três amiguinhos da escola que ele sempre aponta na lista dos "melhores amigos". Mas acho que ele vai adorar.

Eu estou adorando organizar, apesar de já ter dado alguns foras e de não ser nada fácil de manter a surpresa.

Depois conto como foi.

Uma vantagem eu já descobri. Eu tenho sempre medo das minhas festas serem um fracasso e ninguém aparecer. Nesse caso, mesmo se apenas os avós e tios estiverem presentes, só pela surpresa, será sucesso garantido.

 



Categoria: Coisas de Gogô
Escrito por Denise às 18h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Livros, Viagens, Filhos



Meu humor



Histórico


Categorias
Todas as mensagens Coisas de Luluca Reflexões de mãe Olha só o que eu achei do livro Coisas de Gogô Genéricos



Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Alessandra
 Angélica
 Bárbara
 Carol Marques
 Cris
 Chris
 Claudinha
 Cuca bacana
 Crescer
 Dani London
 Dani e Luís
 Dinha
 Fefê
 Flávia
 Flavinha
 Greice
 Mothern
 Nalu
 Pérolas infantis
 Tati
 Kanguru Baby